Criação de Logomarca em BH

10 erros que você deve evitar ao projetar um logotipo para a sua empresa

Um logotipo é a principal identificação da sua marca. Ele deve ser profissional e atemporal, para atrair e fidelizar clientes. Neste artigo, você vai aprender a evitar 10 erros comuns ao projetar um logotipo. São dicas práticas e valiosas, que vão desde a escolha do designer até a solicitação de feedback. Leia o artigo completo e saiba como criar um logotipo que represente bem a sua empresa e se destaque no mercado.
A criação de uma logomarca não deve seguir tendências.

Conteúdo desse texto

Quer um site ou logo incrível, mas não tem tempo nem dinheiro?

Tenho a solução para você: design personalizado, qualidade, alterações ilimitadas e preço justo.

Solicite um orçamento sem compromisso.

Solicite um orçamento para criar seu logotipo profissional

Erros comuns ao criar um logotipo

Um logotipo é mais do que uma simples imagem que representa uma empresa. É uma forma de comunicação visual que transmite a identidade, os valores, os serviços e a personalidade da marca para o público-alvo. Um bom logotipo deve ser capaz de atrair a atenção, gerar confiança, criar reconhecimento e diferenciar-se da concorrência.

Por isso, projetar um logotipo não é uma tarefa fácil. É preciso levar em conta diversos fatores, como o setor de atuação, o público-alvo, a proposta de valor, a missão, a visão e os objetivos da empresa. Além disso, é preciso seguir alguns princípios básicos de design, como simplicidade, clareza, originalidade, equilíbrio, harmonia e versatilidade.

No entanto, muitas vezes, esses princípios são ignorados ou violados por falta de conhecimento, experiência ou orientação. Isso pode resultar em logotipos que não cumprem sua função, que passam uma imagem negativa ou que não se destacam no mercado. Para evitar que isso aconteça com o seu logotipo, confira a seguir 10 erros comuns que você deve evitar ao projetar um logotipo.

Erro 1: Design feito por um amador

Um dos erros mais graves que você pode cometer ao projetar um logotipo é confiar o trabalho a alguém que não seja um profissional qualificado. Pode ser tentador economizar dinheiro, pedir um favor a um amigo ou parente ou contratar um serviço online barato, mas isso pode sair caro no final.

Um design amador pode comprometer a qualidade, a originalidade e a eficácia do seu logotipo. Você pode acabar com um logotipo que não representa bem a sua empresa, que não se adapta bem às diferentes mídias, que não é memorável ou que infringe direitos autorais de outros logotipos.

Por isso, o ideal é contratar um designer profissional para criar o seu logotipo. Um designer profissional tem o conhecimento técnico, a criatividade e a experiência necessários para criar um logotipo que atenda às suas necessidades e expectativas. Além disso, ele pode oferecer um serviço personalizado, com pesquisa de mercado, briefing, conceito, esboço, apresentação e revisão.

Erro 2: Prender-se demais às tendências

Outro erro comum ao projetar um logotipo é seguir cegamente as tendências do momento. As tendências são modismos passageiros que podem parecer interessantes e inovadores em um determinado período, mas que logo se tornam ultrapassados e clichês. Um exemplo disso são os logotipos com efeitos de brilho, sombra ou chanfro, que foram muito populares nos anos 2000, mas que hoje são considerados datados e amadores.

Foco e tranquilidade são muito importantes ao criar uma logomarca profissional.

Seguir as tendências pode fazer com que o seu logotipo perca a personalidade e a originalidade. Além disso, pode fazer com que ele fique desatualizado rapidamente e precise ser redesenhado em pouco tempo. Isso pode afetar a imagem da sua empresa e a fidelidade dos seus clientes.

Portanto, ao projetar um logotipo, evite se prender demais às tendências e foque em criar algo único e atemporal. Um logotipo atemporal é aquele que mantém sua relevância e sua identidade ao longo dos anos, sem precisar de mudanças significativas. Para isso, é preciso ignorar os truques mais recentes e se concentrar nos princípios básicos de design.

Erro 3: Usar imagens rasterizadas

Um erro técnico que você deve evitar ao projetar um logotipo é usar imagens rasterizadas em vez de vetoriais. As imagens rasterizadas são compostas por pixels, que são pequenos pontos coloridos que formam uma imagem. As imagens vetoriais são compostas por pontos matemáticos, que formam curvas e linhas que definem uma imagem.

A diferença entre esses dois tipos de imagem é que as imagens rasterizadas perdem qualidade quando são ampliadas ou reduzidas. Isso significa que o seu logotipo pode ficar borrado ou pixelado quando for reproduzido em diferentes tamanhos ou formatos. As imagens vetoriais mantêm sua qualidade quando são ampliadas ou reduzidas. Isso significa que o seu logotipo vai ficar nítido e legível em qualquer situação.

Por isso, ao projetar um logotipo, use sempre softwares de gráficos vetoriais, como o Adobe Illustrator ou o Corel Draw. Esses softwares permitem criar imagens vetoriais que podem ser facilmente editadas, escaladas e exportadas para diferentes formatos.

Erro 4: Criar um logotipo desequilibrado

Um dos princípios básicos de design é o equilíbrio, que se refere à distribuição harmoniosa dos elementos visuais em uma composição. Um logotipo equilibrado é aquele que tem uma proporção adequada entre os elementos, como formas, cores, fontes e espaços.

Um logotipo desequilibrado é aquele que tem uma proporção inadequada entre os elementos, criando uma sensação de instabilidade, tensão ou confusão. Um exemplo disso é um logotipo que tem um elemento muito grande e outro muito pequeno, ou que tem cores muito contrastantes ou muito parecidas.

Para evitar criar um logotipo desequilibrado, você deve usar elementos que correspondam em termos de cor, estilo, tamanho, etc. Você deve também usar a simetria ou a assimetria de forma consciente e intencional, para criar um efeito de ordem ou de dinamismo. Além disso, você deve usar o espaço negativo de forma criativa e estratégica, para criar contraste e interesse visual.

Erro 5: Escolher cores inadequadas

As cores são elementos essenciais no design de um logotipo, pois elas podem transmitir significados, emoções e sensações. As cores podem influenciar na percepção da marca, na memorização do logotipo e na identificação com o público-alvo.

No entanto, muitas vezes as cores são escolhidas de forma aleatória ou sem critério, o que pode resultar em logotipos que não combinam com a personalidade da empresa, que não se destacam no mercado ou que causam reações negativas nos consumidores.

Para evitar escolher cores inadequadas para o seu logotipo, você deve levar em conta alguns fatores, como:

  • O significado das cores: cada cor tem um significado cultural e psicológico, que pode variar de acordo com o contexto e o público. Por exemplo, o vermelho pode significar paixão, energia, urgência ou perigo. O azul pode significar confiança, tranquilidade, tecnologia ou frieza. O verde pode significar natureza, saúde, esperança ou inveja. Você deve escolher cores que transmitam a mensagem que você quer passar com o seu logotipo.
  • A combinação das cores: as cores podem se harmonizar ou se contrastar entre si, criando diferentes efeitos visuais. Você deve usar uma paleta de cores que seja coerente e agradável aos olhos. Você pode usar ferramentas online para ajudá-lo a escolher as cores certas para o seu logotipo, como o Adobe Color ou o Coolors.
  • O estilo da empresa: as cores devem refletir o estilo da empresa, seja ele formal ou informal, moderno ou tradicional, divertido ou sério. Você deve escolher cores que sejam adequadas ao setor de atuação da empresa e ao perfil dos clientes. Por exemplo, se a sua empresa é uma agência de marketing digital voltada para jovens empreendedores, você pode usar cores vibrantes e criativas. Se a sua empresa é um escritório de advocacia voltado para clientes corporativos, você pode usar cores sóbrias e elegantes.

Erro 6: Usar fontes aleatórias ou incompatíveis

A tipografia é outro elemento fundamental no design de um logotipo, pois ela pode transmitir personalidade e profissionalismo. A tipografia pode complementar ou contrastar com a imagem do logotipo, criando um conjunto harmonioso ou dinâmico.

No entanto, muitas vezes as fontes são usadas de forma aleatória ou incompatível, o que pode resultar em logotipos que não são legíveis, que não têm identidade ou que não se encaixam no estilo da empresa.

Para evitar usar fontes aleatórias ou incompatíveis para o seu logotipo, você deve levar em conta alguns fatores, como:

  • A legibilidade das fontes: as fontes devem ser fáceis de ler em diferentes tamanhos e formatos. Você deve evitar fontes muito pequenas, muito grandes, muito finas ou muito grossas. Você deve também evitar fontes muito ornamentadas ou complexas, que podem dificultar a compreensão do nome da empresa.
  • A coerência das fontes: as fontes devem ser coerentes entre si e com a imagem do logotipo. Você deve evitar usar muitas fontes diferentes ou que sejam muito distintas entre si. Você deve também evitar usar fontes que sejam muito parecidas com as de outros logotipos, que podem gerar confusão ou acusação de plágio.
  • A adequação das fontes: as fontes devem ser adequadas ao setor de atuação da empresa e ao perfil dos clientes. Você deve escolher fontes que sejam compatíveis com a personalidade da marca, seja ela formal ou informal, moderna ou tradicional, divertida ou séria. Por exemplo, se a sua empresa é uma loja de brinquedos voltada para crianças, você pode usar fontes lúdicas e coloridas. Se a sua empresa é uma clínica médica voltada para adultos, você pode usar fontes sóbrias e neutras.

Erro 7: Selecionar imagens genéricas ou clichês

Esboço de uma logomarca criado no papel por um designer profissional.

As imagens são elementos opcionais no design de um logotipo, mas que podem ajudar a reforçar a identidade e a diferenciação da marca. As imagens podem ser ícones, símbolos, ilustrações ou fotografias que representem o conceito, o serviço ou o produto da empresa.

No entanto, muitas vezes as imagens são selecionadas de forma genérica ou clichê, o que pode resultar em logotipos que não são originais, que não se destacam no mercado ou que não têm relação com a empresa.

Para evitar selecionar imagens genéricas ou clichês para o seu logotipo, você deve levar em conta alguns fatores, como:

  • A originalidade das imagens: as imagens devem ser únicas e exclusivas para a sua empresa. Você deve evitar usar imagens que sejam muito usadas, óbvias ou copiadas de outros logotipos. Você deve também evitar usar imagens de bancos de dados gratuitos ou pagos, que podem ser encontradas em vários lugares. Você deve criar suas próprias imagens ou contratar um designer profissional para fazê-lo.
  • A relevância das imagens: as imagens devem ter relação com o nome, o conceito, o serviço ou o produto da empresa. Você deve evitar usar imagens que sejam irrelevantes, confusas ou enganosas para o seu negócio. Você deve também evitar usar imagens que sejam ofensivas, polêmicas ou ilegais para o seu público-alvo.
  • A simplicidade das imagens: as imagens devem ser simples e claras, sem excesso de detalhes ou elementos. Você deve evitar usar imagens que sejam complexas, abstratas ou difíceis de reconhecer. Você deve também evitar usar imagens que sejam muito parecidas com as de outras empresas, que podem gerar confusão ou acusação de plágio.

Erro 8: Não pensar em escala ou versatilidade

Um dos requisitos básicos de um logotipo é que ele seja adaptável a diferentes tamanhos e formatos, sem perder qualidade ou identidade. Um logotipo deve ser capaz de ser reproduzido em diferentes mídias e contextos, como cartões de visita, banners, sites, redes sociais, embalagens, uniformes, etc.

No entanto, muitas vezes não se pensa na escala ou na versatilidade do logotipo na hora de projetá-lo, o que pode resultar em logotipos que não funcionam bem em determinadas situações. Por exemplo, um logotipo que tem muitos detalhes pode ficar ilegível quando reduzido. Um logotipo que tem muitas cores pode ficar caro quando impresso. Um logotipo que tem uma forma irregular pode ficar desproporcional quando aplicado em um fundo diferente.

Para evitar não pensar na escala ou na versatilidade do seu logotipo, você deve levar em conta alguns fatores, como:

  • O tamanho do logotipo: o logotipo deve ser legível e reconhecível em diferentes tamanhos, desde os menores até os maiores. Você deve evitar usar elementos muito pequenos, muito grandes, muito finos ou muito grossos. Você deve também evitar usar elementos muito próximos ou muito distantes uns dos outros.
  • O formato do logotipo: o logotipo deve se adaptar bem a diferentes formatos, desde os quadrados até os retangulares. Você deve evitar usar uma forma muito irregular ou assimétrica, que possa ficar desproporcional ou desalinhada quando aplicada em um fundo diferente. Você deve também evitar usar uma forma muito comum ou genérica, que possa se confundir com outros logotipos.
  • A cor do logotipo: o logotipo deve ser visível e atraente em diferentes cores, desde as mais claras até as mais escuras. Você deve evitar usar cores muito contrastantes ou muito parecidas, que possam prejudicar a legibilidade ou a harmonia do logotipo. Você deve também evitar usar cores muito dependentes ou específicas, que possam perder o sentido ou o impacto quando alteradas.

Para testar a escala e a versatilidade do seu logotipo, você deve aplicá-lo em diferentes mídias e contextos, como cartões de visita, banners, sites, redes sociais, embalagens, uniformes, etc. Você deve verificar se o seu logotipo mantém sua qualidade e sua identidade em todas as situações.

Erro 9: Copiar ou plagiar outros logotipos

Um dos erros mais graves e mais comuns ao projetar um logotipo é copiar ou plagiar outros logotipos. Copiar ou plagiar significa usar um logotipo que não seja original ou que infrinja direitos autorais de outros logotipos. Isso pode acontecer por falta de criatividade, por preguiça, por pressa ou por má-fé.

Copiar ou plagiar um logotipo pode trazer sérios problemas para a sua empresa, como:

  • Perder a credibilidade e a confiança dos clientes, que podem se sentir enganados ou decepcionados com a sua marca.
  • Perder a diferenciação e a competitividade no mercado, que podem se tornar saturados de logotipos parecidos ou iguais.
  • Enfrentar processos judiciais e multas por violação de direitos autorais, que podem custar caro e prejudicar a reputação da sua empresa.

Para evitar copiar ou plagiar outros logotipos, você deve criar um logotipo que seja autêntico e exclusivo para a sua empresa. Você deve usar sua própria criatividade e inspiração para criar um logotipo que represente bem a sua marca e que se destaque no mercado. Você deve também respeitar os direitos autorais dos outros logotipos e verificar se o seu logotipo não é semelhante ou idêntico a algum já existente.

Erro 10: Não solicitar feedback ou revisão

Um dos erros mais comuns ao projetar um logotipo é não solicitar feedback ou revisão antes de finalizá-lo. Solicitar feedback ou revisão significa obter opiniões de outras pessoas sobre o design do seu logotipo, para verificar se ele está de acordo com as suas expectativas e as dos seus clientes.

Solicitar feedback ou revisão pode trazer vários benefícios para o seu logotipo, como:

  • Melhorar a qualidade e a eficácia do seu logotipo, corrigindo possíveis erros ou falhas no design.
  • Ampliar a perspectiva e a visão sobre o seu logotipo, recebendo sugestões ou críticas construtivas de pessoas com diferentes experiências e conhecimentos.
  • Validar a identidade e a diferenciação da sua marca, conferindo se o seu logotipo transmite a mensagem que você quer passar e se ele se destaca no mercado.

Para solicitar feedback ou revisão do seu logotipo, você deve escolher pessoas que sejam confiáveis, qualificadas e imparciais para avaliar o seu trabalho. Você pode escolher pessoas que façam parte do seu público-alvo, do seu setor de atuação ou do seu círculo profissional. Esteja aberto e receptivo às opiniões alheias, sem levar para o lado pessoal ou se ofender. Faça os ajustes necessários no seu logotipo, sem perder sua essência ou sua originalidade.

Veja alguns dados sobre o assunto:

Conclusão

Projetar um logotipo é uma tarefa desafiadora e complexa, que exige conhecimento, criatividade e atenção. Um logotipo é um elemento essencial para o sucesso de uma empresa, pois ele é a primeira impressão e a principal identificação da marca para os clientes.

Para projetar um logotipo que seja profissional e atemporal, você deve evitar os 10 erros comuns que listamos neste artigo:

  • Design feito por um amador;
  • Prender-se demais às tendências;
  • Usar imagens rasterizadas;
  • Criar um logotipo desequilibrado;
  • Escolher cores inadequadas;
  • Usar fontes aleatórias ou incompatíveis;
  • Selecionar imagens genéricas ou clichês;
  • Não pensar em escala ou versatilidade;
  • Copiar ou plagiar outros logotipos;
  • Não solicitar feedback ou revisão.

Ao evitar esses erros, você poderá criar um logotipo que represente bem a sua empresa, que se adapte bem às diferentes mídias e contextos, que seja memorável e diferenciado, que transmita confiança e credibilidade e que gere valor e fidelidade para a sua marca.

Mas para o seu logotipo ser mais do que um simples desenho, ele precisa ter um layout que seja impressionante, atual e que transmita a sua identidade e o seu valor. E é aí que eu entro. Sou o Alexandre Oliveira, um designer gráfico profissional. Posso criar o design do seu logotipo de forma personalizada e exclusiva, de acordo com as suas preferências e o seu público-alvo. Eu já criei centenas de logotipos para diversos segmentos e tenho certeza que posso fazer o seu logo ser um sucesso. Com o meu trabalho, você vai se destacar no mercado e atrair mais clientes e parceiros para os seus negócios. Não perca tempo e entre em contato comigo agora mesmo!

Dúvidas frequentes sobre: Erros que você deve evitar ao projetar um logotipo

  • O que é um logotipo?
    Um logotipo é uma imagem gráfica que representa uma empresa, um produto, um serviço ou uma marca. Um logotipo pode ser composto por letras, símbolos, formas, cores ou imagens.
  • Para que serve um logotipo?
    Um logotipo serve para identificar, diferenciar e comunicar uma empresa, um produto, um serviço ou uma marca. Um logotipo pode atrair a atenção, gerar confiança, criar reconhecimento e influenciar na decisão de compra dos clientes.
  • Como criar um logotipo?
    Para criar um logotipo, você deve seguir alguns passos, como: definir o objetivo, o conceito, o público-alvo e a proposta de valor da sua empresa; pesquisar o mercado, a concorrência e as tendências do seu setor; escolher os elementos visuais do seu logotipo, como formas, cores, fontes e imagens; esboçar algumas ideias de logotipos; testar e avaliar os logotipos criados; solicitar feedback ou revisão; finalizar e aplicar o logotipo escolhido.
  • Quais são os tipos de logotipos?
    Existem vários tipos de logotipos, que podem ser classificados de acordo com a sua composição. Alguns dos tipos mais comuns são: logotipo (apenas letras), isotipo (apenas símbolo), imagotipo (letras e símbolo separados), isologo (letras e símbolo integrados) e monograma (iniciais).
  • Quais são os princípios básicos de design de um logotipo?
    Alguns dos princípios básicos de design de um logotipo são: simplicidade, clareza, originalidade, equilíbrio, harmonia e versatilidade. Esses princípios ajudam a criar um logotipo que seja fácil de entender, lembrar e reproduzir.
Informações do Autor

Designer Gráfico e Web Designer profissional de Belo Horizonte. Com ampla experiência na indústria da publicidade, tomei a decisão de me aventurar como freelancer em 2009. Minha especialidade está em criar identidades visuais impressionantes e desenvolver sites em WordPress. Com base em anos de experiência prática, trago em meus textos um profundo entendimento técnico.

Compartilhe

Quer um site ou logo incrível, mas não tem tempo nem dinheiro?

Tenho a solução para você: design personalizado, qualidade, alterações ilimitadas e preço justo.

Solicite um orçamento sem compromisso.

Solicite um orçamento para criar seu logotipo profissional
Blog
Pixels ou vetores? Entenda a diferença e quando usar cada um
Design Gráfico
Pixels ou vetores? Entenda a diferença e quando usar cada um

Pixels ou vetores, um dilema moderno! Enquanto pixels brilham em detalhes realistas, vetores se destacam na adaptabilidade. A escolha perfeita depende do seu projeto: arte digital detalhada ou gráficos escaláveis? Vamos desvendar esse mistério juntos!

Leia também os textos abaixo: